domingo, 26 de março de 2017

P R O V E

PROVE
Se contemplar-me tanto te apetece,
Também sinto essa fome se te vejo,
Se me provares então, te digo eu,
Que hás de amar o gosto do meu beijo,

Melhor que tudo que você comeu,
Teu alimento quero sempre ser,
Aquele que provar, jamais esquece!
Por isso é que só tu irás me ter.......

Louco mortal, no meu encanto creste!
E acreditando me quiseste tua,
Me tiveste estreita e me subjugaste?
E me fizeste crer que eu era a lua ?.

Difícil saber se tu me dominaste,
Se nos meus braços tu mataste a fome,
Para provar enfim, que gosto é este...
Que a minha boca te ofertou oh,homem?

Domino eu! Mas se sou dominada,
Não me arrependo do que fiz contigo,
É por que quero ser subjugada...
E me refugiar em teu abrigo...

De mil delícias fui feita para o amor,
Meus seios tremulando se oferecem,
Derreto corações com o meu sabor.
E ofereço dengosa aos que merecem,...

É meu direito fazer enlouquecer,
Por me saber também enlouquecida,
O homem que em meus braços vem morrer,
Pra me fazer feliz além da vida!
Mírian Warttusch & Dorothy de Castro

..


sexta-feira, 24 de março de 2017

LEIA ESSA CARTA




Eu preciso te dizer que...
todas as musicas que ouço
quando estou só, me lembram 
você e só você...
quero te dizer que o vento
quando passa perto de mim,
trás umas notas tristes em
seu passar... e isso mexe
muito comigo...
dizer que a noite tem um
cheiro terrível de saudade,
fico querendo resolver esse
caso de amor do melhor jeito...
e esse jeito, é correr para os
seus braços e receber aquele
longo e prometido beijo...
Isso é uma carta, receba-a
e leia meu amor!

Dorothy de Castro

segunda-feira, 20 de março de 2017






Ali passava ele a contempla-la muito, bem mais que vê-la, a admirava mesmo, sorvendo-a, inebriado com sua voz maviosa, embebido nela como se fosse fonte. Era a vida dele, o seu entusiasmo, que emanava daquele tanto amor, ressurgido, renovado, como antes, forte. Que invencível amor! É o que dirão um dia.
(EB) O POETA DAS ROSAS

domingo, 19 de março de 2017

TE SEDUZINDO EM PROSA




Penso nessa coisa de nunca parar quando estamos fazendo amor... Sempre há um pedacinho do teu corpo pra ser explorado, sempre um beijo mais atrevido
para ser dado, sempre um gosto, um cheiro de macho que eu resolvi amar desse jeito... jeito louco comendo os lábios, os olhos, querendo tudo me penetrando sem parar.
Queria muito nessa hora, causar inveja à essa mulheres que se insinuam pra
ele de maneira tão aberta...Deixar que vissem, ele deitado em sua cama box
se masturbando para mim, só para mim... O membro rígido e deliciosamente
grande enche meus olhos de desejos... meu corpo inteiro responde, os lábios da minha menina ficam entumescidos e loucos pra serem tocados...Uma onda de calor delicioso toma conta de tudo que habita lá embaixo. Meios seios pequeninos com os mamilos retesados imploram sua boca, querem ser sugados
sem parar e sem pressa...Vem meu menino moreno, e barbudo...Vem me possuir como só você sabe, vem me encher de delícias e se aproveitar do meu corpo entregue em seus braços para ter nesse momento os orgasmos mais intensos e gostosos... Vem gozar em mim do jeito único que sabes ...Esse gozo que me ofereces desde a hora em que começas à falar comigo, até ficar calado
sorvendo essa hora maravilhosa...eu te amo!

Dorothy de Castro (Nossos Eus Sexuais...Sem Crise)

segunda-feira, 6 de março de 2017

"DOROZINHA" DE JESUS



O primeiro me chegou
com aquele cantar de galo
tinha um coice de cavalo
e nada me acrescentou...

Me fez uns filhos bonitos
nem por isso faltou gritos
porque tudo que queria
era me causar azia...

Me deixou tão arretada
que passei à não querer
ser mulher daquele nada
e assustada eu quis morrer...

O segundo que chegou
também era uma desgraça
todo cheio de pirraça
ser meu dono ele pensou...

Me cobrava tal ciume
e sondava a minha vida
tinha um feio costume
de "cheirar minha comida"...

Era igual ao primeiro
dois idiotas perfeitos
retirei do meu terreiro
e mandei tomar seu jeito...

O terceiro que chegou
tinha a mãozinha gostosa
me deu um botão de rosa
desse jeito me agradou...

Beijou tanto a minha boca
que quase me deixa louca
dia e noite, noite e dia
foi a minha poesia!

Tinha tal fogo esse cara
e a pegada mais audaz
era minha joia rara
porém não me pega mais!


Dorothy de Castro



domingo, 5 de março de 2017





Vou priorizar minha paz, ainda que o amor em meu peito sangre. Viver de emoção me apetece, mas a razão em meu ser é o sustento da alma. (EB)   ASSIM ESCREVEU O POETA AMIGO EVANDRO BATISTA1

 
Amor não tem idade. Design by Exotic Mommie. Illustraion By DaPino