sábado, 27 de julho de 2013

QUANDO O POETA PENSA E POETISA



DO PENSAR À POESIA

Voa o pensamento, a independência
Única e tão minha liberdade
Represa que rompe e vai da alma
Passa ao coração e assim saindo
Livre do meu quarto a imensidão
Flutua pelos mundos em mim mesmo
Eu que sou refúgio nele voo
Vou andarilhar, fazer poesia
As ruas cruzo
Ando por bosques e rochedos
Insano, comovido, motivado
Formulo minha utópica existência
É prosa, é verso em que me estanco
E em devaneios manifesto
Na necessidade a evidência
Em delírios é esperança da alma solta
Valham muito mais este pensar
Construam-se poemas, tristes ou não
Sou poeta sobretudo
Viajo o mundo acontecendo
Tenho a vida de que flui a fantasia
A fonte que com palavras não explico
Pensando e logo as letras disparando
Até que todo o peito eu esvazie
Nesse pronunciar do meu sentir
Duro nesta lida solitária

(EB) O POETA DAS ROSAS

quinta-feira, 25 de julho de 2013

EU E A ESCRITA











Sou escritor
Alguém duvida?
Escrevo as emoções
Canções, escrevo a dor
O amor, escrevo a vida...
Escrevo as "ilusões perdidas"...
Escrevo contos sem nexo à vezes
Em outras vezes já prontos
Pra serem lidos...
Uns divertidos, outros eróticos
Pernósticos outros vulgares
Contos de era uma vez...
Os mares e os luares!
Sou escritor
Da flor, do amor, da dor
Escrevo em linha torta
Sobre a mulher morta...
Escrevo em linha reta
Sou escritor
E além de tudo meu senhor...
Sou poeta!

Dorothy de Castro

segunda-feira, 15 de julho de 2013

HORA DO TREM




Me enlace suavemente,
Me abrace novamente..
Você sabe amor
O trem passou...
Passou o trem,
E ninguém viu...
Ninguém ouviu
O apito do trem...
O estrondar do amor
Se fez maior
em sua pele
em sua boca...
Agora é chegada a hora,
De passar o trem
Em nós apenas...
Em mais ninguém!

Dorothy de Castro

sábado, 13 de julho de 2013












"...Posso vagar no vácuo... Posso serenar entre as flores sepulcrais...E posso mais...Posso mostrar aos crentes e ateus, que aqui onde estou sente-se a mágica presença de Deus!" (DC)

quarta-feira, 10 de julho de 2013

UM DIA O ADEUS





Faz-se missão, lição de amor agora,
o adeus é necessário é chegada a hora...
Podes partir, te deixo ir, vai...
Guardo somente as sementes,que plantastes
em mim,  marido... pai.
O incenso rola a perfumar a terra,
teus trinta anos marcados pela dor,
Vai amor! Não há mais guerra...
Fim do combate, fim dos trilhos...
Comigo deixas as queixas dos teus filhos...
Os rijos membros não se mexem,
esquecem de caminhar, amor...
Em mim o choro, a canção,
e o teu violão...
Nos teus irmãos os precipícios,
e os vícios....
Que alucina, que termina,
que mata...
A tua carne lacerada e eu...
Abandonada!

Dorothy de Castro

terça-feira, 9 de julho de 2013

OS ANJOS QUE FICARAM



Filha querida!


Por ter vivido já tantos anos, por ter escutado lamentos dos que perderam seus entes queridos em várias situações..Por ter passado tantas vezes . Por tudo isso eu devia te dizer que aceite, que não chore, que faz parte da morte o desenlace com a vida... E no entanto, tudo o que eu queria nesse momento, era te botar no meu colo, acariciar teu rosto e te  chamar de filha e te dizer que vai passar, vai passar como um machucadinho no pé que feriste tantas vezes quando criança! Diante da tua dor porém todas as palavras e gestos são inúteis, obsoletos quase vazios.., Não é uma dor qualquer, você acaba de perder o seu amor, o pai dos teus filhos!
Minha princesa, acredite: Deus é onipotente em sua sabedoria...E o dono supremo da vida e da morte! Sabe quando deve retirar  dos seus filhos a cruz que por pesar demais lhe machuca os ombros!
 Reze por ele, relembre os momentos bons que tiveram e chore...chore todas as lágrimas que tiver, depois busque em nós, em mim tua mãe do coração a força para seguir em frente com seus dois anjos,,,Pedacinhos dele que ficou na terra como presente pra você! Eu te amo filha, todos te amamos!


Força minha doce Carol!

beijos da tua  avó mãe!

Dorothy de Castro


segunda-feira, 1 de julho de 2013

regina

  • Conversa iniciada hoje
  • Sonia Reggina Parmigiano

    Dorothy...infelizmente o Marco fez algo imperdoável comigo hoje...é impossível continuarmos, eu estou mesmo muito triste, pois eu amo seu filho, e sei que vc sabe disso...vou seguir a minha vida, como tem de ser...não sou mulher de me entregar e sei que saio dessa...o que aconteceu foi que ele estava no ônibus com o celular aberto e ouvi tudo que estava acontecendo...foi mesmo como um filme de terror...ele sempre me exigiu tanto a fidelidade, me amedrontava e desconfiava de mim por tudo, e o que eu ouvi foi muito além disso...enfim, se eu não fosse forte, perderia a cabeça e isso iria terminar muito mal!...Deletei tudo, meus perfis e minhas páginas...meus grupos eu deleguei a amigos...Nunca mais volto no Facebook pois sei que minha vida iria ser um inferno de fofocas e teria muita gente me contando o que ele faz ou deixa de fazer.Eu arrisquei tudo por ele, perdi amigos, me dediquei ao máximo em estar com ele e acreditei no amor dele por mim o tempo todo, mesmo sendo colocado a prova por todos.As pessoas se voltaram contra mim, dizendo que eu estava cega...e estava mesmo.O Marco é um homem bom, de gênio difícil, mas eu o compreendia e sempre estaria ao lado dele, até a morte.Mas não sabemos o porque das coisas, e jamais conseguiria olhar para ele novamente depois do que ouvi hoje.Nos ofendemos ao telefone, claro, mas espero que ele encontre o amor, que eu tb encontre...e vou lutar por isso.Ele corre o risco de ficar sózinho na vida, pois, não sabe amar...é um homem muito complicado...enfim, te agradeço muito pelo carinho e pela estada aí na sua casa, que adorei...te admiro muito, como mãe, mulher e poetisa, mas o Marco riu de mim e assumiu o erro me tratando de forma fria e me ofendendo muito com essa atitude.Eu tenho muito caráter e exijo o respeito que eu tinha por ele de volta.Ele vai usar muitas fotos minhas íntimas e fazer muitas coisas contra mim, mas eu não estarei mais presente para assistir à isso...eu nada farei, apenas me retiro, e quero paz.Ele conseguiu acabar com meus 10 anos de poesia...perdi a vontade de estar aqui.Tenha um bom lançamento...que seja uma noite especial e pena não estar presente.Hoje em dia as pessoas não sabem mais amar...e envolvem os outros em situações assim...apenas interesses e mentiras...eu mereço pois não sou mais criança e apostei nele, agora, cabe a mim me recompor...e o farei.Já passei fome, frio, perdas e mortes na vida...isso tb vai passar.Te adoro muito minha amada...e que ele tenha mais juízo...tá na hora, né? Beijos nas netas e bisnetos, lindos, moças batalhadoras, dignas....meus respeito a voces...e um grande beijo no Paulo...fiquem todos com Deus e obrigada por tudo!..............Reggina Moon
 
Amor não tem idade. Design by Exotic Mommie. Illustraion By DaPino