quinta-feira, 8 de novembro de 2012









CONTIGO MEUS QUERERES

Mulher da minha vida, tentação que arde
Fogueira ensandecida, provocante fera
Amada e almejada pelos gozos meus
Querida, mais que tudo, tu és a caça ao lobo
O anjo libertino a me causar a febre
Ai, que enrigecido dás o bem com tudo
Pretendida nesse quarto, ou simplesmente ao chão
Visto que quereres meu tesão indica
Quero à meia-noite ver tua pele branca
Recebendo o preto a te moldar o pecado
Ver-te tão faminta de minha fibra negra
A ponto de teus olhos me lançarem chamas
Gostando da verdade de nossos corpos prontos
Ó dama nada santa a explorar orgias
Quero, assim, tua boca de uma gula imensa
Sorvendo, mastigando meus deleites tantos
Teu bombom esperto, ativamente altivo
Com lábios decididos, teus falantes lábios
Cansado da distância quero, enfim, tuas águas
Por passear pelos teus montes te beber, comer
Qual fruta, qual banquete... te pegar pra mim
Suar ás brincadeiras e descobertas nossas
No roçar da briga tão impura e linda
Buscando e se encontrando à explosão e ao Éden
Eis o que bem quero, meu amor, à meia luz contigo
Por todos os galopes... que teu gozo é tudo

EVANDRO BATISTA

1 comentários:

evandro junior disse...

Não foi difici a construção deste poema, visto que ao fechar os olhos posso pensar em como é bom estar apaixonado

Postar um comentário

deixem seus comentários

 
Amor não tem idade. Design by Exotic Mommie. Illustraion By DaPino