sábado, 7 de abril de 2012

OS FIOS DOS CIOS...

Eu ardo nessa voz
que a tua boca traz
pra mim de longe
Como reza de um
monge pecador...
Eu vibro no toque 
dos teus dedos
imaginados cansados
de me tocar e se tocar...
Eu solto doces gemidos
sentidos e falados...
Eu choro numa emoção
De gozo e de tesão...
Eu vibro ao te lamber
o queixo a boca o sexo...
Eu te seduzo numa
inocência sem coerência
Tão mergulhada em ti
na sensualidade...
Que me transmites nesta
voz rouca...
Eu tenho o abril que 
você quer...
Me toca...sente...eu
tão mulher!...


Dorothy de Castro   Orgasmo poético



3 comentários:

Elton Sipião O Anjo das Letras. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Elton Sipião O Anjo das Letras. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Elton Sipião O Anjo das Letras. disse...

Linda poesia, muito bem escrita e que mostra seu incrível talento para usar a escrita poética-erótica. São poucos os autores que conseguem trabalhar com um texto erótico sem errar na mão, e muitas vezes transformando esse mesmo texto em um que seja "pornográfico", o que logicamente não foi o seu caso querida!"Os fios dos cios" é um escrito que transpira todo o teu belíssimo dom para a literatura romântica-erótica-poética. Parabéns,beijos poéticos em tua alma de bela mulher. Inté.

Postar um comentário

deixem seus comentários

 
Amor não tem idade. Design by Exotic Mommie. Illustraion By DaPino