quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

"O INFERNO DE DANTE"
líder do PCC, Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola
Leia a interessante entrevista com o líder do PCC, Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola , ao jornal O Globo
Estamos todos no inferno. Não há solução, pois não conhecemos nem o problema
O GLOBO: Você é do PCC?
- Mais que isso, eu sou um sinal de novos tempos. Eu era pobre e invisível… vocês nunca me olharam durante décadas… E antigamente era mole resolver o problema da miséria… O diagnóstico era óbvio: migração rural, desnível de renda, poucas favelas, ralas periferias… A solução é que nunca vinha… Que fizeram? Nada. O governo federal alguma vez alocou uma verba para nós? Nós só aparecíamos nos desabamentos no morro ou nas músicas românticas sobre a “beleza dos morros ao amanhecer”, essas coisas… Agora, estamos ricos com a multinacional do pó. E vocês estão morrendo de medo… Nós somos o início tardio de vossa consciência social… Viu? Sou culto… Leio Dante na prisão…
(O globo)

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

VASCULLARE Passos MG está  se sentindo muito feliz em RIT TV.
‼️Dr WILLIAN COSTA🌟🔥🔥Programa CONSULTA AO DOUTOR -AO VIVO‼️São Paulo
💡Dr WILLIAN💡 foi o entrevistado do programa para falar de doenças VASCULARES
#varizes#tratamento#compromisso
Dr. WILLIAN COSTA coordenador/fundador do serviço de cirurgia vascular/endovascular de Passos
Contato: Passos (35) 3413 3718 /988840080
Piumhi (37) 3412 2269/998034469.  (clasif. ÓTIMO)

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

IN NATURA

Que beleza é essa in natura, meu bem!
A prostrar-me, a me por nesse meu contemplar
Uma graça que enreda o meu ser totalmente
Quando juntos estamos, na cama também
E assim te vasculho o olhar que me atrai
Percebendo o aflorar de tuas rosas, a vida
Perturbando, excitando o que desencadeias
Em nós, meu amor, por olhar-te faminto
Minha beleza, a tua, pois simples eu sou
Referindo-me a ti, minha amada mulher
Que distante se embebe das muitas lembranças
Do farto querer que de nós jamais sai
(EB) O POETA DAS ROSAS

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Olhar pra ela é ver o espaço sideral, de toda forma linda que eu verifico. Seu olhar que bem cintila, um mar de estrelas, o cosmo, a via láctea que alcanço nela. Aos altos céus me leva no fitar a mim, com força a me chamar pra boca que me beija. No céu da sua mesma, em tudo isso orbito, girando em torno dela pra fazer amor. É o ver a musa ardente que é ela, Branca, é vê-la assim minha amada, minha mulher.
(EB) O POETA DAS ROSAS

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Obrigado pela imensa e mágica felicidade que vc me proporcionou aqui, minha amada. Só quero vc ao meu lado. Será sempre a única, pois pra mim só existe vc. Eu te amo demais e me reconheço em vc. (EB)

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

O que é Poesia




A palavra poesia pode ter vários significados. Segundo o dicionário Aurélio, alguns destes significados são:
-a arte de fazer obras literárias em versos;
-um dos gêneros da composição literária;
-conjunto das obras em versos feitas em um idioma;
-texto artístico curto, geralmente em versos;
-forma específica de se construir versos, típica de um autor, povo, época ou escola literária;
-inspiração;
-transcendentalidade das ideias;
-aquilo que desperta a sensação do belo.

Poesia é uma forma de expressão artística que usa as palavras como uma manifestação de beleza e estética na construção de textos; é o gênero literário lírico.
Na poesia, a imaginação do autor e a do leitor dependem uma da outra, para que a viagem poética aconteça.

Elementos da poesia

Estrofe
A estrofe é a divisão do texto poético; geralmente, há uma configuração específica para as estrofes de um poema, como mesmo número de versos, estrutura rítmica ou conteúdo. Porém, como toda forma de arte, não há regras rígidas e muitos autores constroem suas estrofes de forma irregular.

Classificação das estrofes
A classificação das estrofes é feita pelo critério de número de versos; começando pelo tipo de estrofe de apenas um verso até o de dez versos; estrofes com mais de dez versos são classificadas como irregulares.

Ritmo
Os versos de uma poesia podem conter um ritmo, que se faz através da alternância de sílabas tônicas e não tônicas seguindo uma regra estabelecida pelo próprio autor, de acordo com o efeito que ele queira provocar.
O ritmo de uma poesia é composto pela métrica e pela rima.
Existem poetas que não usam os artifícios da alternância da tonicidade de sílabas nem a rima na construção de seus versos; isso não significa que não haja ritmo, apenas que ele se faz por meio de outros recursos determinados pelo autor. Este tipo de rítmica recebe o nome de arritmia.

Metrificação
A metrificação é a contagem do número de sílabas poéticas de cada verso. A metrificação é feita a partir do parâmetro da sonoridade, não da simples separação de sílabas. Na metrificação, contam-se as sílabas poéticas de um verso até a última sílaba tônica (se a última sílaba de um verso for átona, ela não entrará na contagem). Se um verso terminar numa vogal átona e o verso seguinte começar por fonema de vogal, ocorre a junção das palavras, chamada de elisão.
Elisão é o que ocorre, por exemplo em “copo d’água”, em que uma vogal é suprimida da escrita ou do som de uma palavra, para facilitar a comunicação ou adequar a metrificação poética.

Versos
Cada “linha” em uma poesia é um verso; verso é a unidade que compõe a estrofe.
Os versos são divididos em sílabas poéticas (metrificação) e são, por isso, classificados, desde o verso de apenas uma sílaba poética até o de doze sílabas poéticas.
Quando os versos têm diferentes números de sílabas poéticas, são chamados de heterométricos. Quando todos os versos têm a mesma métrica, diz-se que são isométricos. Os versos isométricos mais comuns são:
-pentassílabos (chamados de redondilha menor);
-hexassílabos (chamados de heróico quebrado);
-heptassílabos (chamados de redondilha maior);
-decassílabos (chamados de medida nova);
-dodecassílabos (também chamados de alexandrinos).
Há poesias em que os versos não seguem nenhuma metrificação específica; são os chamados versos livres.

Rima
A rima é usada para acentuar e conectar os finais dos versos e/ou das estrofes. Podem seguir um esquema fixo ou livre; é um elemento que ajuda na composição da rítmica do poema, atribuindo-lhe musicalidade.
Há poesias que não têm rimas; é a chamada Poesia Branca ou Poesia Solta.
As rimas podem ser classificadas como:
-pobres – quando palavras de uma mesma classe gramatical são rimadas;
-ricas – quando as rimas são feitas com palavras de classes gramaticais diferentes;
-raras – quando se constroem rimas usando palavras menos comuns na língua;
-preciosas – formadas pela união de palavras ou por algum artifício gramatical;
-imperfeitas – rimas formadas por palavras homógrafas ou homofônicas.

Poesia portuguesa
Dentre os poetas portugueses mais famosos, encontramos:
-Alexandre Herculano;
-Almeida Garret;
-Antero de Quental;
-Fernando Pessoa;
-Florbela Espanca;
-José Saramago;
-Luís de Camões;
-Manuel Maria Barbosa Du Bocage.


Fernando Pessoa
poesia de Fernando Pessoa é uma das mais apreciadas do mundo, dentre os poetas do século XX. Fernando Pessoa se destacou pela multiplicidade de personalidades literárias que conseguia criar, escrevendo sob heterônimos; os mais famosos heterônimos de Fernando Pessoa foram:
-Ricardo Reis;
-Alberto Caeiro;
-Álvaro de Campos.

Poesia romântica
poesia do romantismo é marcada, em suas diferentes fases, pela expressão dos sentimentos do eu-lírico, pela exaltação da idealização amorosa, por um sentimento de constante busca da liberdade, pela valorização da nação; ainda como forma de desabafo diante do que foi chamado de mal do século, uma melancolia profunda.

Poesia de amor
Dentre os poetas que cantaram o amor no Brasil, pode-se destacar Vinícius de Moraes. Dentre os mais belos versos de amor, encontramos verdades belíssimas como:
-“Amo-te, enfim, com grande liberdade/Dentro da eternidade e a cada instante”
-“(...) o grande afeto que te deixo/(...)/É um sossego (...)/um transbordamento de carícias”
-“Encontrei em você a razão de viver/E de amar em paz/E não sofrer mais/Nunca mais”

Poesia de amizade
Vinícius de Moraes também se destaca como poeta dos poemas de amizade. São de sua autoria o “Soneto do amigo” e o “Soneto de separação”.

Poesia infantil
Na poesia infantil brasileira, um grande destaque é Cecília Meireles, com poemas como “A bailarina”, “Sonhos da menina”, “O mosquito escreve”, “A avó do menino”.
significado de Poesia está na categoria Geral

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

ORAÇÃO DO POETA

"Quando eu morrer, busquem-me na poesia...Lá estarei vestida de versos e
amortalhada em rimas...Numa oração tão antiga quanto a própria terra, rezem 
um Pai Nosso pelos seus filhos e pelos seus pais... Guardem meus poemas,
porque morri e não escreverei mais!" (DC)
 
Amor não tem idade. Design by Exotic Mommie. Illustraion By DaPino