sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Bolinho de frango feito com farinha de milho... cêis gosta?
Ingredientes
1kg de farinha de milho
1/2 kg de batata cozida e moída
5 colheres(de sopa) de polvilho azedo
2 peitos de frango (cozido com tempero e desfiado)
Sal a gosto
Óleo suficiente para cobrir o bolinho p fritar
Modo de fazer
Misture o polvilho na farinha, use a água do cozimento do peito de frango ainda quente pra jogar sobre a mistura , coloque a batata e misture bem,depois vá colocando água até dar o ponto de enrolar ...
Faça bolinhas , abra na palma da mão ,coloque o recheio feche e frite....
Recheio pode ser de carne moída também... Nesse caso coloque caldo de carne (a gosto)na água q seria do cozimento do peito de frango ....
Obs(Esse é o modo que eu faço)      ADOREI!

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

DIA DA SAUDADE


Hoje, o silêncio grita, faz um eco
Nesse quartinho estreito onde eu vivo,
Devassos pensamentos, emoções,
Eu, a decepção de tanta gente...

Estou naquela noite solitária,
Onde a saudade tem como desculpa,
A falta desse amor, a minha fonte
Que a sede mata, que sacia a fome...

E desde que te amo, sou pecado,
E se contorce em mim alma perjura
Só fazem me julgar por esse amor...

O vento na janela sopra, entanto
Sem perguntar por onde e nem porquê,
O assombro e a saudade de você...


Dorothy de Castro

segunda-feira, 21 de janeiro de 2019










Evandro Batista Do Nascimento Pensarei apenas em ti, viverei somente contigo, porque és o puro ar que r

espiro, porque estás em minhas veias, minh'alma. (EB)

























quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

DO MEU AMOR EVANDRO BATISTA

 Ah, meu amor, mal consigo esperar pelo acordar ao seu lado todos os dias. Ver vc na alvorada, vinda de mais uma noite nos meus braços, é simplesmente um brinde que faz o meu coração apaixonado. Adoro a visão da sua beleza ao natural. Te amo exatamente assim, sem retoques. Te quero sempre natural pra mim, minha linda mulher.

domingo, 16 de dezembro de 2018

BEIJOS DE UM POETA

Não sintam mágoas do amor que sinto...
Antes, abençoem-no, pois é puro,
Já nada havia que eu pudesse amar,
Apenas me restava o fel, o escuro...

Nem um valor me davam, nem queriam
Me dar amor só por merecimento...
E o meu amor também, não mereciam,
E a vida... ah essa vida! Que tormento!

Somente a poesia me mantinha,
Adormecida em versos sem desejos,
Felicidade? onde? não... não tinha...

Até que Deus, abrindo meu caminho,
Deixou que entrasse em minha vida louca...
Os beijos de um poeta, em minha boca!

Dorothy de Castro


sexta-feira, 14 de dezembro de 2018








Evandro Batista No carmim dos teus lábios quero minha fome de beijos matar. E tuas unhas, felina gentil, riscando de modo afável minhas costas desejo, delirando, excitando em doce paixão que tu fazes valer. Estou a esperar-te, tão única e plena ariana mulher. (EB

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Evandro Batista No carmim dos teus lábios quero minha fome de beijos matar. E tuas unhas, felina gentil, riscando de modo afável minhas costas desejo, delirando, excitando em doce paixão que tu fazes valer. Estou a esperar-te, tão única e plena ariana mulher. (EB)
 
Amor não tem idade. Design by Exotic Mommie. Illustraion By DaPino