sexta-feira, 14 de agosto de 2009

M U L H E R


Viveste durante anos
No silencio mais profundo...
Olhar o mundo? jamais,
não era direito seu!
Falar? impossível, besteira,
o que fazer da boqueira,
que o homem lhe ofereceu...
Caminhar nos próprios passos
era um sonho, uma utopia.
Sentir prazer, delirar no leito nupcial?
Não era certo, não era
coisa de mulher normal...
Política, religião,
a mulher desconhecia,
o homem mandava sempre,
a mulher obedecia!
Mas, o tempo foi passando,
a constituição mudando,
graças à Deus, pra melhor.
Conquistando seu direito
a mulher desnuda o peito
E contempla ao seu redor,
toda a beleza ,
da vida que um dia,
lhe foi negada...
E parte para a batalha,
de igual para igual, arrojada.
Fragilidade esquecida
no reluzir da medalha...
Mulher,
cante, dance, fale, grite!
voce pode, voce quer,
no som que sua voz emite,
o orgulho de ser...
mulher !!!


Dorothy de Castro

1 comentários:

Poetano disse...

maravilhoso texto, e tbm as imagens...que lindo mãe!

Postar um comentário

deixem seus comentários

 
Amor não tem idade. Design by Exotic Mommie. Illustraion By DaPino